bolsa família

Bolsa Família – Veja Como Se Inscrever

O Bolsa Família é uma maiores programas de renda de transferência de recursos (dinheiro) que visa atender as pessoas e famílias que vivem na situação de extrema pobreza e pobreza. Através do Bolsa Família, as famílias que se encontram nessa condição, podem superar a situação de vulnerabilidade e assim ter acesso a educação, alimentação e saúde.

E todo o Brasil, o Governo calcula que mais de 13 milhões de família são atendidas pelo Bolsa Família.

Além disso, os valores referentes ao Bolsa Família são recebidos pela Caixa Econômica.

No artigo a seguir, vamos mostrar os direitos e deveres das famílias participantes do programa, como se inscrever e vamos esclarecer dúvidas.

Quais são os objetivos do Bolsa Família?

Bem, sendo um dos maiores programas de transferência de recursos (dinheiro) do Brasil, o Bolsa Família ajuda as pessoas que vivem em situação de extrema pobreza e pobreza.  

E seus principais objetivos são os seguintes:

● Acabar com a fome e promover a segurança nutricional e alimentar

● Acabar com a pobreza e acabar com todas as formas de privação das famílias

● Fazer com essas famílias tenham acesso a educação, saúde, assistência social segurança alimentar

Mas quem pode se inscrever no Bolsa família?

O público que o Bolsa Família mira são as pessoas que vivem em situação de extrema pobreza e pobreza.

As famílias que vivem em condição de extrema pobreza possuem renda mensal no valor de até R$ 89,00 por integrante familiar.

Já as famílias pobres são aquelas que vivem com uma renda mensal de R$ 89,01 e R$ 178,00 por cada pessoa da família.

As famílias pobres para participar do Bolsa Família devem estar inscritas no Cadastro Único, que é usado para Programas Sociais do Governo Federal e os dados de inscrição devem estar atualizados há pelo menos dois anos.

Se você atender aos requisitos e ainda não se inscreveu no Bolsa Família, procure o responsável pela inscrição em sua cidade e se inscreva no Cadastro Único.

Vale salientar que a inscrição no Cadastro Único é uma condição obrigatória.

Outro ponto importante tanto para o Bolsa Família quanto para o Cadastro Único é que as informações pessoais devem estar sempre atualizadas. Isso significa que informações como endereço, telefone ou mudanças nos componentes da família devem se manter atuais e havendo mudança, elas devem ser informadas imediatamente.

Além disso, o cadastramento funciona como um pré-requisito, ou seja, não há garantia de que a família vai conseguir de forma imediata entrar no Bolsa Família. Isso por que o MDS (Ministério do Desenvolvimento Social) faz uma seleção automática das famílias que serão inscritas no Bolsa Família.

E como receber o Bolsa Família?

Veja a seguir como se inscrever para receber o Bolsa Família.

1 – Cadastro da família

Bem, se a sua família se encaixa em algum dos requisitos do Bolsa Família, procure o responsável pela inscrição no programa no seu município. Sendo assim, e necessário apresentar um documento oficial de identificação (Carteira de Identidade, por exemplo)  para poder fazer parte do Cadastro Único para Programas Sociais do Governo.

2 – Seleção

As famílias são selecionadas pelo Ministério do Desenvolvimento Social se baseando nos dados que foram fornecidos pelas Prefeituras no Cadastro Único. Vale salientar que a seleção é realizada todos os meses e os critérios para essa seleção são: renda de cada pessoa e composição familiar.

3 – Pagamento do Bolsa Família

Se a sua família for uma das selecionadas para participar do Bolsa Família, o valor recebido é de acordo com o tipo de benefício para o perfil de sua família.

Tipos de benefícios do Bolsa Família

Básico

O Bolsa Família Básico é para atender as famílias que estão em situação de extrema pobreza, ou seja, com renda mensal de R$ 89,00.

E o valor do Bolsa Família mensal é de R$ 89,00.

Benefício Variável

O Bolsa Família Benefício Variável é para atender as famílias de extrema pobreza ou pobreza que possuam gestantes, mães que estão amamentando e crianças e adolescentes com idade entre 0 e 15 anos.

O valor do benefício é de R$ 41,00 e cada família pode ter até 5 benefícios mensais, chegando a um total de R$ 205,00.

Beneficio variável de 0 a 15 anos

Para as famílias que tenham crianças e adolescentes com idade entre  0 e 15 anos, sendo o valor do Bolsa Família de R$ 41,00.

Benefício Variável à Gestante

Para atender as famílias que possuam gestante e até 9 parcelas podem ser pagas de forma consecutiva contando a partir do inicio do pagamento do Bolsa Família, desde que a gravides tenha sido identificada até o mês nove.

O valor total do Bolsa Família é de R$ 41,00.

Benefício Variável Nutriz

Para atender as famílias que possuem crianças entre 0 e 6 meses. O pagamento pode ser até de seis parcelas consecutivas mensais contando desde o inicio do pagamento do Bolsa Família.

Vale salientar que a criança deve ter sido identificada no Cadastro Único até o mês 6 de vida. E o valor do Bolsa Família é de R$ 41,00.

Beneficio Variável Jovem

Para atender as famílias que estão em situação de extrema pobreza e pobreza e que possuem em seus componentes adolescentes com idade entre 16 e 17 anos.

O valor do Bolsa Família é de R$ 48,00 ao mês e cada família pode ter até dois benefícios, em um total de R$ 96,00.

Benefício para Superação de Extrema Pobreza

Para as famílias que estão em situação de extrema pobreza e cada família pode receber um benefício ao mês.

E o valor do Bolsa Família varia de acordo com o calculo realizado a partir da renda por componente da família e do beneficio que já está sendo recebido pelo Bolsa Família.

Calendário do pagamento do Bolsa Família

O Bolsa Família é pago de acordo com o final do número NIS do seu cartão, seguindo a seguinte ordem:

NIS final 1 – 18 de agosto

NIS final 2 – 19 de agosto

NIS final 3 – 20 de agosto

NIS final 4 – 21 de agosto

NIS final 5 – 24 de agosto

NIS final 6 – 25 de agosto

NIS final 7 – 26 de agosto

NIS final 8 – 27 de agosto

NIS final 9 – 28 de agosto

NIS final 0 – 31 de agosto

Para mais informações acesse o SITE CAIXA ou ligue:

– 0800 726 0101: SAC.

– 0800 725 7474: Ouvidoria.

– 0800 726 0207: Atendimento direto. 

Fonte: Caixa Econômica (http://www.caixa.gov.br/programas-sociais/bolsa-familia/Paginas/default.aspx).

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *